Tag Archive: SM Enterteinment


O Ex-membro do maior grupo coreano, Andy demonstra sua simpatia aos seus Juniors, DBSK.

Andy, que recentemente lançou 2 albuns solo fala em entrevista a Asia Economic Daily:  “Eu sei o que os membros do DBSK estão passando esses dias, que estão causando-os muita dor. Como amigo só posso ver, o que é vergonhoso. Eu desejo que isso tudo possa terminar amigavelmente e sem causar dor a ambos os lados.” Ele diz.

Sobre os membros do DBSK que estão envolvidos em um processo judicial com a SM Entertainment, ” Eu não tenho a posição de dizer quem está certo ou errado ou jugar algúem como bom ou mal. É difícil dar minha opnião sobre o que está acontecendo.” Contudo, “O que todos os cantores precisam fazer é estar sempre em um palco. Eu espero que eles não percam a determinação. E espero que eles pensem nas fãs antes de qualquer coisa” Ele revelou seu pensamento sobre.

Daí em diante, Andy lembrou: “Naquela época, quando nós (Shinhwa) todos estávamos unidos, quando vejo DBSK me faz lembrar àquela época” Os companheiros são tão unidos, é assustador. “Nós nunca poderíamos ter pensado algo assim antes. Nós todos reconhecemos o desempenho do DBSK, sua música é poderosa, é realmente assustador. É por isso que, ao vê-los neste tipo de situação, me deixa chocado e triste, porque eu não podia sequer imaginar isso “,
Todos os membros do ShinHwa tiveram suas próprias atividades solo, mas por mais que estejam separados, não tiveram conflitos entre os membros como Andy falou, “Nós estamos tentando muito ficar juntos mesmo com toda a ganância, você deve respeitar todas as pequenas coisas, para ser um grande conjunto
Andy terminou a entrevista dizendo, “Se algúm dia o ShinHwa puder se juntar novamente, nós queremos estar juntos com DBSK em um palco. Nós não nos importamos de algumas pessoas nos comparem, por que somos mais fortes do que éramos antes e estamos prontos para a vitória, não é uma tarefa impossível de ser feita. Não é vergonha pensar na possibilidade de mostrar uma bela performance no palco. Mesmo assim, eu quero ver DBSK junto novamente“.
Créditos: Daily K-pop News || Tradução: Mandy Nerújo ~ SK13

Ainda em tempo, a empresa de cosméticos vinculada à JaeJoong, YooChun e JunSu, a CreBeau, resolve falar sobre as acusações que a SM Entertainment vem fazendo — parece que a SME está cavando o próprio buraco.

Como bem sabem, desde o início a SME vem tentando desviar o foco principal do processo dizendo que os três membros o abriram para na verdade obter vantagens em seus negócios paralelos, já que eles têm relações com a CreBeau — só que agora o presidente da empresa abriu a boca e desmentiu os absurdos da agência. Em entrevista, Kang SukWon diz que já processou Kim YoungMin, CEO da SME, pelos absurdos que ele vem dizendo sobre os três membros e a CreBeau. “Mesmo que neste caso seja óbvio que o processo refere-se à distribuição injusta de lucros, a SME tenta empurrar a culpa pra cima da CreBeau”. O presidente da empresa revela ainda que os membros investiram na CreBeau, respectivamente, US$70.000, US$60.000 e US$40.000 e que essa quantia não foi suficiente para dar direitos aos três de tomarem as rédeas da empresa — fazendo dos membros simples investidores.

“Em maio de 2009, representantes da SME foram até à sede da CreBeau, na China, por duas vezes e determinaram que os membros não estavam, de forma alguma, indo contra o contrato assinado com a agência. Agora a SME distorce toda a história e faz acusações ridículas. A SME disse que o processo referia-se à esses negócios e que ia contra os termos do contrato, não há credibilidade alguma nisso já que ela própria havia aprovado os investimentos anteriormente. Os membros não arriscariam suas conquistas com o DBSK criando conflito com sua agência. Foi um investimento privado e os membros não têm poder sobre a empresa de nenhuma forma. São meros investidores, nada mais, nada menos. O que isso teria a ver com o processo? E por que a SME continua tentando fazer conexões com isso?”, continou o presidente da CreBeau. Além de revelar as mentiras da SME, Kang relevou ainda que por causa de tais ações da agência, seus negócios sofreram danos significativos em toda a Ásia e até nos Estados Unidos.

“Se a SME e seus lucros são tão importantes assim e se estão dispostos a prejudicar os negócios dos outros por isso, então ela deve reconhecer que vale o mesmo para os outros. Se ela não parar de distorcer a verdade e não se desculpar pelos danos causados à CreBeau, não vou hesitar em revelar alguns detalhes absurdos sobre ela ao público e à Corte, finalizou o presidente.

Créditos: DBSK BR

As coisas vêm ficando um pouco mais difíceis. Em entrevista à um jornal coreano, YooChun, JunSu e JaeJoong falaram sobre a tal declaração que YunHo e ChangMin deram por escrito na pré-conferência realizada pela SM Entertainment ontem e mais alguns detalhes sobre como anda a relação deles. Não é exatamente o que todos gostaríamos de ler:

P: Yunho e Changmin ainda estão na SME.
R: É uma pena. SME oferece condições inaceitáveis para seus artistas. Quebra nossos corações saber que Yunho e Changmin ainda estão lá.

P: Vocês ganharam o processo parcialmente. Como vocês se sentem sobre a vitória?
R: Nós estamos mais preocupados com o quanto Yunho e Changmin sentirão-se confusos sobre o resultado do juíz. Eles devem ter pensado que a SME, uma grande companhia de entretenimento, ganharia.

P: Ontem, Yunho e Changmin mostraram seu apoio à SME.
R: Eles não tem escolha a não ser fazer isso. Eles precisam fazer coisas assim, pois estão com a SME. Nós fizemos muitas coisas que não queríamos também, pois éramos forçados.

P: O que vocês acham da decisão deles?
R: Seria mentira dizer que não achamos amarga, de alguma forma. Mas nós sabemos que eles tem sua própria história, então os entendemos.

P: O que vocês planejam ganhar com esse processo?

R: Tudo o que queremos é sair da SME. Os contratos são injustos, especialmente o período de 13 anos. A divisão dos ganhos foi problemática também. Nós três ainda temos que receber nosso lucro, que chega a alguns milhares de dólares para cada.

P: Alguns vêem o processo como o fim do DBSK.
R: Nós não queremos parar de trabalhar juntos ou sair do DBSK. Nós só queremos terminar nossa relação com a SME.

P: Vocês estão tendo contato com Yunho e Changmin?
R: Nós perdemos contato com eles depois que tomamos medidas legais. Mas sabemos porque isso aconteceu.

P: Como vocês planejam manter sua relação com os dois membros?
R: Se eles têm algo que os impede de falar conosco, vamos lutar contra para mudar isso. Eles vão falar quando o tempo chegar.

P: Então vocês querem ficar junto com os outros dois membros?
R: Quando tudo isso acabar, nós vamos resolver nossos desentendimentos com os dois. Nós vamos esperar por esse dia.

P: Algum plano em trabalhar só os três?

R: Nós não vamos lançar um álbum ou nos apresentar em um palco até que Yunho e Changmin voltem para nós.

P: Vocês vão ficar juntos até o fim com os outros membros?
R: Nós queremos manter o DBSK. O palco só significa algo quando nós cinco estamos lá. Nós somos um. Nós vamos andar como DBSK até o fim.

EDITADO:
É, à cada nova informação, fica difícil saber no que acreditar. Novas informações divulgam que YooChun, JaeJoong e JunSu na verdade nunca deram essa entrevista e ela foi dada por um conhecido dos meninos. O advogado diz que que não há planos para que entrevistas sejam realizadas. Vamos aguardar novas informações.

 

Créditos: KBOX

Em comunicado oficial, o fã-clube oficial do DBSK, Cassiopeia, se pronunciou sobre os últimos acontecimentos referentes ao processo de JunSu, YooChun e JaeJoong contra a SM Entertainment. Confira:

Nós, 800.000 Cassiopeias, gostaríamos de anunciar nossa visão oficial neste pronunciamento. Com acusações voando por toda parte, anunciamos isso em função de esclarecer nossa posição. Este anúncio foi feito pela união da numerosa quantidade de fãs do DBSK nos fan cafes e apresentamos isso em nome do Cassiopeia.

Primeiramente, gostaríamos de dizer que nós, fãs do DBSK, os apoiamos e não faremos nada que traia sua confiança em nós. Não acreditaremos em nada que não saia da boca de seus integrantes e pedimos à SME que pare de tentar causar confusão entre os fãs.

Estamos muito desapontados com a SME por fazerem uma pré-conferência e mostrar documentos assinados nos nomes de YunHo e ChangMin. Em posição de agência do DBSK, vocês não devem esquecer seu trabalho e parar com ações que possam difamar os membros e separá-los. E ainda, de acordo com a Corte, vocês não devem fazer acordos com terceiros no nome dos três membros e não podem interferir em seus trabalhos individuais. Por favor, sigam as ordens da Corte.

À todos que estejam lendo isso, lembrem-se: os membros não tomaram ações legais por causa da empresa de cosméticos. Eles começaram isso por causa da duração ilegal do contrato, de 13 anos. Nós fãs não entendemos porque a agência se mantém no silêncio quanto a isso e tenta focar a atenção de todos no fiasco dos cosméticos. O objetivo deste processo é anular ou modificar o contrato entre a SME e os três membros, e nós acreditamos que eles não pretendem acabar com o DBSK ou ir para outra agência. Gostaríamos também de comunicar aos reporteres que sensacionalizam e criam rumores relacionados à pré-conferência: sejam cuidadosos com suas fontes.

Pedimos à SME mais uma vez que não prejudique a reputação dos três membros e seus direitos com acusações que nunca foram provadas. Pedimos também aos cidadãos coreanos que parem de criar rumores e difamar o DBSK. Deixamos aqui nossas condolências à esta controvérsia.

Como Cassiopeias, fãs do DBSK, manteremos nossas atenções no futuro do DBSK e da SME. Continuamos ao lado do DBSK. Não há dúvidas quanto ao DBSK e seus fãs.

02 de novembro de 2009, o fã-clube do DBSK

Créditos: DBSK BR

Para quem ainda não sabe, a SM Entertainment é uma das grandes gravadoras da Coreia, dona dos direitos de artistas de peso, como DBSK, SNSD, SHINee, Super Junior e f(x). Nas últimas semanas foi anunciado que o MKMF – premiação que rola todos os anos, para escolher os melhores da música, promovida pela Mnet – chegaria ao fim e daria lugar ao MAMA: Mnet Asian Music Awards.

Tudo corria bem e os artistas da SM foram indicados à várias categorias no MAMA, incluindo a de Melhor Revelação Feminina para o f(x) e Melhor Música Dance e Melhor Girlband para o SNSD. Contudo, a SM resolveu que não quer que seus artistas concorram ao MAMA e declara que vai boicotar o evento, ou seja, a aparição de seus artistas está fora de cogitação. O motivo? No começo do ano, enquanto o SNSD estava dominando todas as paradas de todos os lugares possíveis na Coreia com o mega hit Gee, por nove semanas seguidas, na Mnet, a música não alcançou o primeiro lugar nenhuma vez no Mnet M!Countdown. E, é óvio, a SM não gostou na época e resolveu dar o troco agora. A gravadora não quer que os fãs de seus contratados percam seu dinheiro (já que é necessária assinatura no site da Mnet para votar) e por isso, pediu para que a Mnet retire todos os seus artistas das categorias indicadas, já que não confia no sistema da Mnet.

Os organizadores do MAMA também se pronunciaram, anunciando que não colocariam em risco sua imagem burlando os sistemas de votação, mas parece que a explicação da Mnet não foi suficiente, pois a SM continua com sua decisão. Fique ligado para qualquer atualização do caso. O MAMA vai ao ar no dia 21 de novembro, 19 horas.

Créditos: KBOX.com.br

Em resposta à declaração da SM Entertainment na pré-conferência de hoje, JaeJoong, YooChun e JunSu revelam que já se desvincularam da CREBEAU, de modo à negar qualquer relação que seus negócios pessoais possam ter com os reais motivos do processo contra a SM.

Através de uma entrevista por telefone à um jornal da Coréia, os três declaram que: “Assistimos a pré-conferência juntos pela TV. Ficamos curiosos porque disseram que tinham muita coisa à revelar, mas não sabíamos que falariam dessa coisa da empresa de cosméticos de novo.” Os três fizeram questão de reafirmar que a empresa de cosméticos não tem relação alguma com o processo e que as atividades do DBSK são mais importantes que qualquer coisa. Além disso, revelaram que já saíram da empresa. Portanto, as acusaçõesa da SM são infundadas.
“Não negamos que no início consideramos nossos negócios ao fazer essa decisão do processo. No entanto, pra parar de vez com essas acusações da SM, nos retiramos da empresa. Não importa se estamos nos negócios de cosméticos ou não, não há nada mais importante que manter as atividades do DBSK”.

Mais uma vez, os três enfatizaram as cláusulas injustas do contrato e dizem que esse foi o real motivo para a instauração do processo. “Assim como jugou a corte, a SM abusa de sua autoridade e segue meios ilegais. Não recemos nosso salário que hoje deveria somar bilhões de WON”.

Os três também se preocupam com os fãs: “Não queremos jogar sujo nessa disputa. Não trará benefícios nem ao DBSK, nem aos fãs e nem à SM. A luta constante nunca terá fim. Quem vai se machucar mais serão os fãs”.

 

Créditos: DBSKBR

SM Entertainment

 

Em pré-conferência realizada hoje, representantes da SM Entertainment deram o parecer da empresa sobre tudo que anda ocorrendo referente ao processo — dizem que parece mais uma grande brincadeira exagerada.

“Os três membros vão poder continuar com suas atividades individuais, mas as atividades do DBSK cabem somente à SM. Os outros dois, YunHo e ChangMin, terão seu comeback no ano que vem na Coréia. Seis meses antes, tudo foi dedicido. Eles já estão se preparando”, declara Kim YongMin, um dos representantes. “Pedimos que JunSu, YooChun e JaeJoong dêem sua resposta até o dia 12″, continuou.

“Esse processo não começou por causa de contrato escravo ou direitos humanos, mas por causa dos negócios individuais dos três. Eles vêm usando o contrato para beneficiá-los no processo, mas o que eles têm em mente são seus ganhos com sua empresa. Os três disseram que iam tirar férias na China em janeiro de 2009, foi quando entraram para a empresa de cosméticos. Soubemos disso por fotos que caíram na rede. Através do site da empresa, soubemos que eles se tornaram diretores e tinham até cartões com seus nomes. Eles querem mudar o conteúdo do contrato para beneficiá-los. Expressamos nossas preocupações referentes à imagem do grupo com essa empresa. Queremos ver o contrato dela, começando por quaisquer problemas que possam surgir, queremos proteger os membros. Porém não vemos qualquer esforço da parte dos três para mostrá-lo. Esse processo é uma brincadeira à sociedade exagerando sobre direitos humanos e escravidão”, finalizou o representante da agência.

Além da declaração aparentemente forjada pela SM Entertainment, os pais de ChangMin e YunHo também botaram a boca no trombone — acham que as reais vítimas disso tudo são eles dois. Confira as declarações dos pais dos dois membros na sequência:

Sr. Chung, o pai de YunHo:

Os três membros que não se envolveram na causa são as reais vítimas aqui. Eles sofrem prejuízos financeiros, sofrem psicologicamente e ainda perdem sua reputação. Quem vai compensá-los por isso? Eu pergunto aos outros membros o seguinte: qualquer que seja a razão, por que causam tanta controvérsia e direcionam o DBSK, um nome internacional, à uma possível separação? Vocês realmente se importam com os outros membros e com seu sofrimento?

Os negócios dos cosméticos não era algo supervisionado pela SM. E ainda por cima, não era algo muito confiável. Quando isso tudo começou, senti que a reputação do DBSK poderia sofrer e aconselhei meu filho. Ele compartilhou da minha opinião e não se envolveu nesses negócios. A SM pediu aos outros três que se retirassem desses negócios mas seus pais resistiram. O Sr. Shim (pai de ChangMin) e eu, tentamos convencer os pais dos outros, mas se recusaram. O processo foi iniciado sem a consulta da minha opinião ou a do Sr. Shim. O DBSK não tem três membros somente. Ignoraram os direitos dos outros dois.

Sr. Shim, o pai de ChangMin:

Os outros três membros entraram com o processo contra a SM por causa de sua empresa de cosméticos e por motivos financeiros referentes ao contrato. O que eles dizem ser suas razões são meras desculpas para camuflar a real razão por trás disso tudo. Depois que os três começaram com essa empresa, um dos pais me chamou e disse: “Esse negócio pode render milhões ou até mesmo bilhões no futuro. Quando dissermos à mídia que o DBSK tem um negócio, o valor de nossa empresa vai passar do teto — o avisaremos para que você possa se preparar com as informações”.

Os três dizem que o contrato é injusto e os cálculos são obscuros, mas meu filho e eu lemos todo o contrato com a SM e concordamos com as cláusulas, desde o primeiro contrato com suas cinco revisões. Para todo o lucro que meu filho recebeu, eu chequei todos os números. Sinto muito pelos três membros e seus pais, eles sabem da verdade mas continuam com falsas reclamações.

 

Créditos: DBSKBR

Ou pelo menos é nisso que a agência quer que acreditemos. Depois de muito tempo calados, representantes da SM Entertainment declaram que YunHo e ChangMin estão do lado dela e por isso não estão juntos dos outros três membros no processo. Eles não disseram isso em alto e bom som pra todo mundo ouvir, mas assinaram um documento com a declaração:

 

Carta Assinada por YunHo e ChangMin || Carta Assinada por YunHo e ChangMin 02 

 

 

Os dois declaram que confiam na agência e por isso vão continuar com ela. Além disso, YunHo e ChangMin planejam um comeback entre março e junho de 2010 e recomendam aos outros três que tomem uma decisão até o próximo dia 12, para que assim possam planejar tudo.
Segundo o documento acima, YunHo e ChangMin declaram que:

 

Nós assinamos o mesmo contrato com as mesmas cláusulas e nos últimos cinco anos, trabalhamos juntos sob as mesmas condições com plena confiança na agência, em nós mesmos e nos nossos sonhos. Queremos compartilhar nosso sonho e nosso futuro com a SM e manter a promessa do contrato. O DBSK foi feito pela SM e queremos trabalhar como DBSK pela SM. Nenhuma outra agência pode criar o DBSK, só a SM pode nos conduzir e nos dar a melhor produção existente. Os três membros devem saber melhor do que ninguém que a SM é a única que realmente conhece o DBSK. Mentemos nossa confiança com a agência e continuamos com ela. O grande futuro do DBSK será com esta agência. Acreditamos que nossas promoções na Coréia, planejadas para o período de março à junho do ano que vem, devem ser preparadas pelo menos seis meses antes. Se os outros três pretendem continuar no DBSK, eles devem tomar uma decisão antes que seja tarde.

 

 

Os três comentaram também sobre os negócios paralelos de JunSu, YooChun e JaeJoong, ligados à indústria de cosméticos:

 

Os negócios dos cosméticos (CREBEAU) mudaram tudo. Não estamos familiarizados com tudo, mas acreditamos que uma empresa que queira negócios com o DBSK, deve consultar a SM antes. É senso comum. Não nos envolveremos com uma empresa que queira fazer negócios sem a SM, significaria problemas à nossa frente. Não queremos que a reputação e o orgulho do DBSK, conquistados com nosso trabalho duro, sejam arruinados por uma empresa que não trabalha em sua legalidade. Não sabemos do contrato entre a empresa e os três membros, nem sabemos o que disseram à eles e nem quanto ganharam com ela. O que sabemos é que o DBSK decaiu por causa de uma empresa sem ética e isso é inaceitável.
Com o DBSK se desfazendo assim, na situação atual, é impossível prever o futuro. Esperamos que os outros três voltem aos dias em que trabalhávamos juntos e sempre dando duro pelos nossos conhos.

 

 

E agora, em quem acreditar? Apesar do documento assinado, os fãs vêm desconfiando que de alguma forma a SM tenha obrigado YunHo e ChangMin à assinarem o documento com alguma espécie de chantagem — mesmo porque, se você reparar, o documento é mais do que enaltecedor e trata os outros três membros como se o grupo não se conhecesse. Também acham estranho YunHo ter assinado da mesma forma com que dá autógrafos e ChangMin assinou com seu hanja, e não em coreano.

 

 

 

 

 

Créditos: DBSKBR

Prepare-se, pois a SM Entertainment resolveu colocar as manguinhas de fora e começar a agir. Por causa de tudo que está acontecendo, a agência diz que isso afetará a carreira dos meninos dentro e fora da Coréia, resultando na inatividade do grupo. A agência declara também que vai querer uma indenização pelo tempo que o grupo permanecer inativo, visando os prejuízos que isso acarreta.
Em declaração: “O processo não é justo. Eles não consideraram a razão principal do processo. O longo contrato existe porque queremos garantir que eles cresçam. Queremos visar a carreira deles num longo caminho e a decisão da corte não nos deixa fazer isso. Isso vai afetar as promoções internacionais do grupo, além de criar uma confusão entre as estrelas que queiram ter longos contratos e ás companias que queiram treinar talentos por mais tempo. Teremos consequências indesejadas na música coreana.

Todos os anos, editamos o contrato em favor dos membros. Antes desse problema, os três nunca tinham reclamado sobre nada. Agora que eles alcançaram tanto sucesso, estão reclamando. Eles apenas começaram a atingir o topo e querem se separar. Antes que uma decisão final seja feita, os três podem tocar seus negócios pessoais. Contudo, isso não dá qualquer direito aos três como parte do DBSK”

Créditos: DBSKBR.