Fonte original: Naver Mongeul blog Mongeul

15 de Março – Audiência SM vs JYJ

1. O motivo alegado do porque o salário dos membros [do Dong Bang Shin Ki] era tão pouco foi porque tudo era atribuído com gastos gerais. Foi revelado hoje que a SM contabilizou como despesas gerais, tais itens incluídos comicamente ridículos como lanches, despesas diárias dos executivos da SM e do pessoal, taxas de estacionamento, antigripais, refeições, transporte de artistas (ou seja, avião, carro), aluguel, custos dos agentes de concertos, vários impostos e despesas que deveriam ter sido obviamente cobertas e suportadas pela SM.

2. A SM alegou que, em 2008, dos 14,7 bilhões de won (cerca de 14,7 milhões de dólares) em lucro ganhos neste ano, apenas 1.000 bilhão de won (aproximadamente 1 milhão de dólares) veio do Dong Bang Shin Ki, e o resto veio de CSJH, BoA, The Trax e Koh Ara [nota: atriz coreana da SM]. Aqueles que sabem da popularidade de Dong Bang Shin Ki e seu poder de vendas no Japão e no exterior sabem como esta alegação é infundada. (O juiz perguntou se Koh Ara realmente trouxe mais lucros que Dong Bang Shin Ki, na qual o lado SM não pôde responder). Neste momento, muitos no tribunal até deram uma gargalhada.

3. Em 2008, a SM transferiu os 10% exigidos das vendas de download digital [para o Dong Bang Shin Ki], mas em 2009 não se preocupou em fazê-lo.

4. O lucro total da turnê mundial, ascenderam a 3,4 bilhões de won (cerca de 3,4 milhões de dólares), mas a quantidade que deveria ir para os membros do Dong Bang Shin Ki, a [SM] subtraiu 900 milhões de Won (cerca de 900 mil dólares) com honorários dos agentes.

5. O dinheiro que foi entregue como adiantamento foi posteriormente deduzido aos impostos pessoais. Se apenas a [SM] tivesse feito sua contabilidade devidamente teria existido nenhuma necessidade de pagar impostos que incidem sobre esses avanços.

6. Os membros do [Dong Bang Shin Ki] foram colocados para pagar os honorários de agentes por os seus concertos no estrangeiro, vídeos, músicais e até mesmo despesas de coreografia.

7. Mesmo tendo em conta as vendas de Mirotic contabilizados em 480.000 unidades, a [SM] tinha que pagar [aos membros] 50 milhões de won (cerca de 50.000 dólares), mas não foi pela razão de que o próximo álbum não tinha saído ainda.

8. Em 2004, [os membros do Dong Bang Shin Ki] foram contabilizados o valor dos lucros em 3-4 meses com o single “HUG”, mas os registros contábeis revelam que depois não receberam nada com a venda de seus álbuns.

Finalmente, os membros do [Dong Bang Shin Ki] estavam sobrecarregados com todas as despesas.

Assim que é exatamente a SM insistindo que investiu? [nota: o autor está insinuando que a justificação da SM que os acordos financeiros no contrato do DBSK foram necessários para recuperar os custos de investimento está no fato de uma mentira / fraude, grande e elaborada. Todos os grandes investimentos foram feitos pelos membros do DBSK, os membros do DBSK foram, de fato, obrigados a investir na empresa que supostamente investia neles]

Que tipo de método de cálculo é esse?

Quanto mais eles ficam ativos, mais eles perdem dinheiro … como existe alguém que pensa que isso faz algum sentido?

Se isso é quantas brincadeiras da SM giram na corte, questiona-se como muito mais grave é a de brincar na vida real.

Toda a informação revelada na audiência é o resultado da SM ter costurado e dobrado os fatos a seu favor, e mesmo assim ainda se torna estarrecido. Se querem saber, o quanto mais chocante é a versão não censurada…

E agora, o julgamento que estava originalmente previsto para o dia de hoje foi prorrogado mais uma vez graças a uma quarta audiência às últimas alegações / palhaçadas da SM.

Mas todos nós, estamos cientes da verdade.

Fonte: @followyas, @babyblue1225

Créditos: Jimmie @ TheJYJFiles+Jess @ CrazyLoveTVXQ